Quem somos

História

O Centro Social Paroquial de Dornelas, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, constituída em 1986, pela mão do Sr. Padre Dr. António Andrade Lopes, natural desta freguesia, que à data integrava a direção da instituição na qualidade de vice-presidente, tendo, então, como presidente o Sr. Padre Silvério Cardoso.

Nasceu na “Casa Paroquial”, sendo que em 1988 abriu o primeiro de um complexo de 4 edifícios, onde estão concentradas Respostas Sociais com Acordo de Cooperação com a Segurança Social: Estrutura Residencial para Idosos (94 clientes), o Centro de Dia (25 clientes), o Centro de Atividades Ocupacionais (23 clientes), Comunidade de Inserção (10), que constitui o polo sede da instituição, atualmente designado Comunidade Inclusiva de Santo António (CISA).

Descrição da Instituição Particular de Solidariedade Social

Inaugurou no passado dia 10 de Agosto, o segundo polo, a Comunidade Inclusiva da Lage Grande (CILG) que, partindo da reconhecida necessidade local de desenvolvimento de uma resposta social com alojamento na área da deficiência, dispõe desta nova valência, o Lar Residencial, com acordo de cooperação para 19 clientes e uma Estrutura Residencial para Idosos Privada, com capacidade para 57 clientes sem acordo de cooperação.

A institução presta serviço no âmbito da rede solidária a 171 clientes e tem capacidade instalada em estabelecimento privado para 57, pelo que dará resposta direta a um universo de 228 clientes.

Para o efeito, conta com um quadro de pessoal constituido por 77 colaboradores, integrado por uma equipa técnica multidisciplinar com qualificação superior em diferentes areas e ainda com profissionais de saude em regime de prestação de serviços.

Aposta na melhoria continua de um serviço que responda às necessidades e expectativas dos clientes de forma integrada e responsável, num ambiente de respeito pela individualidade e salvagurada efetiva dos seus direitos.

Nesse sentido definiu um percurso de qualificação dos serviços e obteve pela primeira vez em 2013 a respetiva certificação da Qualidade dos Serviços Socias pelo referencial Europeu EQUASS (European Quality Assurence for Social Serviçes).

É uma instituição cooperante, colaborante e solidária. Sempre pronta a acolher as situações mais graves. Não esgota, no entanto, a sua intervenção na prestação dos serviços das respostas sociais que desenvolve, abraçando outros projetos. Com efeito, a instituição é a Entidade Coordenadora Local da parceria para implementação do território de Aguiar da Beira do Contrato Local de Desenvolvimento Social de terceira geração (CLDS3G) com inicio em novembro de 2015 e termino em novembro de 2018. Além disso, tem aprovados três projetos financiados pelo Instituto Nacional de Reabilitação, designados. “Á Descoberta de Portugal”, “Primeiro Encontro de Desporto Adaptado” e “Teatro e Dança Inclusiva “que visam a promoção da integração e qualidade de vida da pessoa com deficiência. Em parceria com a Casa de Santa Isabel, tem também aprovada uma candidatura na área da qualificação da pessoa com deficiência, no âmbito da qual iniciará em outubro próximo o curso de cozinha para 6 pessoas.  Além disso, foi entidade promotora a nível local de um projeto de Formação Modular Certificada, tendo submetido recentemente uma nova candidatura nessa área.

É um efetivo agente de desenvolvimento local, comprometido com o seu território, cuja prioridade de intervenção se centra nas problemáticas carentes de resposta, estimulando e promovendo o efetivo trabalho em rede, com respeito pelo papel das demais instituições e um contributo substancial no desenvolvimento local e fixação de pessoas, pelo que pode considerar-se uma instituição de referência.

Consituição da equipa

A instituição dispõe de 2 órgãos sociais, a Direção e o Conselho Fiscal, ambos constituídos por número ímpar de titulares. A Direção é um órgão colegial de administração, incumbindo-lhe as funções de gestão e representação da instituição. Constituída por cinco membros, tem como presidente, por inerência, o pároco da freguesia, sendo os restantes membros designados pela Fábrica da Igreja.

Ao Conselho Fiscal, com funções de fiscalização, compete-lhe vigiar o cumprimento da lei e dos estatutos bem como da atuação do órgão executivo. Constituído por três membros, um presidente e dois vogais, é eleito pelo Conselho Paroquial, sancionado pelo Ordinário da Diocese.

Corpos Gerentes

Direcção

Organograma

or